fb link

Sobre

O Duas de Letra é um restaurante-cafetaria situado no Passeio de São Lázaro Nº 48, no centro do Porto, na face Norte do Jardim de São Lázaro o mais antigo jardim municipal da cidade, inaugurado em 1834!

A nascente do jardim situa-se a Biblioteca Pública Municipal do Porto e, a sul a magnífica fachada barroca do antigo convento de São Lázaro, atribuído a Nicolau Nasoni. No dobrar da esquina fica a Faculdade de Belas Artes do Porto.

O Duas de Letra oferece aos seus clientes um espaço acolhedor, confortável, onde a qualquer hora do dia e da noite podem apreciar uma refeição ligeira, um pequeno-almoço almoçarado ou lanche ajantarado, ou brunch em inglês…!

O Duas de Letra quer ser um espaço de encontro de pensadores, amantes dos sabores tradicionais e ao mesmo tempo dos sabores internacionais, através de uma ementa de petiscos.

O Duas de Letra abre assim portas defronte do primeiro Jardim Municipal do Porto, querendo contribuir para a revitalização da Baixa, através da reabilitação de um prédio oitocentista, juntando-se às novas formas de viver e habitar o centro da cidade.

Sobre o projecto de arquitectura:

"Dar duas de letra é uma expressão tipica portuense, que significa ter uma
conversa informal e trivial. Este foi o ponto de partida para definir o ambiente
que se procurava para a reabilitação deste imóvel do seculo XIX. Um espaço para
beber e petiscar, que convidasse ao convivio e também à tertúlia, prevendo um
espaço próprio para exposições e eventos culturais.
A sua localização, em frente ao magnífico Jardim de São Lázaro era um ponto forte,
cuja relação tentei destacar, mas as dimensões do lote, com 3,30m de largura interior
foi, sem dúvida, o desafio mais dificil.
Para evitar o efeito de túnel, a solução passou por abrir um pátio nas traseiras e enche-lo
de plantas, permitindo a entrada de luz no interior e criando a "relação vegetal" com o
jardim. No andar superior, um jardim de Inverno procura criar um ambiente luminoso que
se relacione também com este pátio. Os constrangimentos transformam-se em matéria
 criativa e neste caso as reduzidas dimensoes do lote originaram a possibilidade de
definir vários micro-espaços e ambientes diferentes, que redimesionam várias escalas
de intimidade para "dar duas de letra".

Bernardo Amaral, autor do projecto de arquitectura